sexta-feira, 3 de julho de 2015

Resenha | Feita de Fumaça e Osso - Laini Taylor

Pelos quatro cantos da Terra, marcas de mãos negras aparecem nas portas das casas, gravadas a fogo por seres alados que surgem de uma fenda no céu. Em uma loja sombria e empoeirada, o estoque de dentes de um demônio está perigosamente baixo. E, nas tumultuadas ruas de Praga, uma jovem estudante de arte está prestes a se envolver em uma guerra de outro mundo.

O nome dela é Karou. Seus cadernos de desenho são repletos de monstros que podem ou não ser reais; ela desaparece e ressurge do nada, despachada em enigmáticas missões; fala diversas línguas, nem todas humanas, e seu cabelo azul nasce exatamente dessa cor. Quem ela é de verdade ? A pergunta a persegue, e o caminho até a resposta começa no olhar abrasador de um completo estranho. Um romance moderno e arrebatador, em que batalhas épicas e um amor proibido unem-se na esperança de um mundo refeito.

Karou é uma adolescente de dezessete anos como todas as outras: tem uma personalidade forte, carisma inegável, é incrivelmente talentosa e, não fossem suas tatuagens e cabelo azul, facilmente passaria despercebida no meio da multidão. E, assim como as garotas de sua idade, Karou guarda um segredo. Ela foi criada por quimeras, seres que apresentam características humanas e animais. E é para uma dessas criaturas, Brimstone, que Karou trabalha, realizando as mais inusitadas tarefas ao recolher dentes ao redor do mundo.

Logo de cara somos atraídos para o pequeno universo existente na misteriosa loja de Brimstone. Não sabemos para que servem todos aqueles dentes e como as quimeras chegaram ali - qual seria a sua origem ? Estamos presos em uma realidade alternativa ao mesmo tempo em que vivemos no mundo real, assim como Karou. E essa é a parte mais intrigante, que imediatamente puxa o gatilho da leitura.

Laini Taylor trabalhou muito bem ao apresentar uma personagem que estaria tão no escuro quanto o próprio leitor. Alguém que estivesse vivenciando os acontecimentos sem saber, de fato, o que estava acontecendo. Karou não é o tipo de protagonista chata, que o tempo inteiro age como uma menininha mimada e infantil. Não, Karou é cativante. Seu jeito único, o perfeito equilíbrio entre ingenuidade e sarcasmo, funciona perfeitamente ao decorrer da trama.

Existem outros personagens interessantes, como por exemplo Brimstone e Zuzana, cujos quais adoraria ver o desenvolvimento nos próximos livros da trilogia. Há também Akiva, intrigante do início ao fim e que, apesar de vermos sua história, sinto que ainda existe mais a ser explorado. A escrita de Taylor é ótima, então acredito que ela fará um trabalho tão bom, a respeito dos personagens e cenários, quanto o que foi feito nesse romance.

Apesar de ter encontrado uma escrita adorável e sólida como a de Laini Taylor, ouso dizer que não gostei de sua abordagem a respeito do romance entre os personagens principais. Não consigo ver a beleza num relacionamento corrido (nesse caso, realmente há uma justificativa plausível), então foi algo que incomodou um pouco. Mas digo uma coisa ainda mais importante a respeito desse livro: se você ainda não leu, leia o mais rápido que puder.


Um comentário:

  1. Oi, Fernanda!
    Eu sou simplesmente apaixonada por toda trilogia Feita de Fumaça e Osso, é um livro melhor que outro! Amo esse universo, e a Karou e o Akiva.
    Beijos.

    http://diariodeumablogeira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir