Top Social

Resenha | Anexos - Rainbow Rowell

sexta-feira, 28 de agosto de 2015
Beth Fremont e Jennifer Scribner-Snyder sabem que alguém está monitorando seus e-mails de trabalho. (Todo mundo na redação sabe. É política da empresa.) Mas elas não conseguem levar isso tão a sério, e continuam trocando e-mails intermináveis e infinitamente hilariantes, discutindo cada aspecto de suas vidas.  
Enquanto isso, Lincoln O'Neill não consegue acreditar que este é agora o seu trabalho ler os e-mails de outras pessoas. Quando ele se candidatou para ser agente de segurança da internet, se imaginou construindo firewalls e desmascarando hackers e não escrevendo um relatório toda vez que uma mensagem esportiva vinha acompanhada de uma piada suja. Quando Lincoln se depara com as mensagens de Beth e Jennifer, ele sabe que deveria denunciá-las. Mas ele não consegue deixar de se divertir e se cativar por suas histórias. No momento em que Lincoln percebe que está se apaixonando por Beth, é tarde demais para se apresentar. Afinal, o que ele diria... ?

Para fechar essa semana com chave de ouro, aqui vamos nós com mais uma resenha de um livro incrível. Dessa vez Rainbow Rowell nos apresenta um relacionamento onde o amor pode acontecer através de palavras, sem nunca haver um contato visual entre os personagens, mostrando que pode existir algo que precede "amor à primeira vista".

Lincoln trabalha à noite, mora na casa de sua mãe e joga Dungeons and Dragons com os amigos toda sexta feira. Beth é inteligente, sagaz, engraçada e antenada, uma crítica de cinema conhecida por suas reviews honestas a respeito do que assiste na tela grande. Ambos trabalham no The Courier, mas não se conhecem. O contato entre os dois ocorre de forma não convencional: Lincoln é o responsável por impor a política de informática da empresa, o que significa ler os e-mails dos funcionários. Lincoln lê os e-mails de Beth. 

Amor. Propósito. Essas eram coisas para as quais não se podia planejar. Essas eram coisas que simplesmente aconteciam. E se não acontecessem? Você passava a vida toda ansiando por elas? Esperando para ser feliz?

É engraçado pensar que uma pessoa possa se apaixonar pelas palavras de outra, mas essa situação se mostra completamente plausível quando também invadimos a privacidade de Beth e Jennifer. As conversas entre as duas são simplesmente geniais, verbalizando os pontos principais em uma amizade - o que obviamente faz com que o leitor deseje se tornar amigo delas. Logo, compreendemos Lincoln tão bem que acabamos torcendo para que ele e Beth fiquem juntos.

Rainbow Rowell tem uma narrativa doce que parece se encaixar perfeitamente em seus livros, que sempre estão cheios de referências (condizentes com a época), tiradas inteligentes e personagens cativantes. A autora se preocupa em construir os ambientes da mesma forma que a personalidade de seus protagonistas, o que faz com que a leitura seja, de certa forma, muito mais pessoal e real.


Quando li Eleanor & Park imediatamente soube que Rainbow Rowell se tornaria uma das minhas autoras queridinhas, assim como John Green e Sarah Dessen. E não me enganei. Anexos é definitivamente um dos meus contemporâneos favoritos, pois é possível rir, chorar e se apaixonar por essa história de amor na virada do milênio. 



Um comentário on "Resenha | Anexos - Rainbow Rowell "
  1. Oi Fernanda!!
    Que saudades de ler um livro da Rainbow Rowell...só li 2,Eleanor e Park e Fangirl que adorei!!
    Adoro a forma leve como ela conduz a história,super relaxante e envolvente.Ainda esse ano quero pegar Ligações e Anexos pra ler.Difícil é escolher qual dos livros dela é o melhor kkkkkkkkk
    Beijos!!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir