quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Resenha | Wake - Lisa McMann

Para Janie, uma garota de 17 anos, ser sugada para dentro dos sonhos de outras pessoas está se tornando normal.
Janie não pode contar a ninguém sobre o que acontece com ela - eles nunca acreditariam, ou pior, achariam que é uma aberração. Então, ela vive no limite, amaldiçoada com uma habilidade que não quer e não pode controlar.
Mas, de repente, Janie acaba presa dentro de um pesadelo horrível, que lhe causa um imenso terror. Pela primeira vez, ela deixa de ser expectadora e se torna uma participante...



Na semana passada compartilhei aqui no blog uma parte da minha meta de leitura para o mês de setembro. Eis que o primeiro livro da lista (pequena, até) era Wake, escrito por Lisa McMann e publicado aqui em 2010. Sempre ouvi muitas críticas negativas a respeito, então decidi que era hora de tirar minhas próprias conclusões. 

[...] ela invadiu a psique dele, aonde nenhuma outra pessoa jamais deveria ir. Aonde ele não quer que ninguém vá. E é assustador. O que ela é?

Janie Hannagan é uma adolescente comum, num primeiro momento, mas esconde um poderoso segredo: ela é capaz de entrar nos sonhos das pessoas. Não por vontade própria; esse é um dom indesejado que carrega desde muito jovem e que, infelizmente, não consegue controlar. Uma premissa de fato muito interessante e que acabou me impulsionar a passar da primeira página, mas que Lisa McMann não soube trabalhar. 

O desenvolvimento do livro é confuso, desleixado e não apresenta preocupação alguma em fazer com que o leitor entenda o que está a sua frente. Não surge, ao longo da narrativa, aquele momento em que sentimos uma conexão com determinado personagem ou situação descrita. Trata-se de um mar de diálogos intermináveis e cenários pouco convincentes. 

Entretanto, na minha opinião, a pior parte foi o romance. A autora seguiu a linha clichê na hora de unir Janie e Cabel, optando pela segurança de uma trama já vista anteriormente; de repente esses dois personagens, que não possuíam química e carisma algum, estavam trocando juras de amor. (Oi?)


Poderia classificar esse livro com duas estrelas até, porém, isso seria ignorar que McMann possuía essa proposta realmente boa e escolheu usá-la da pior forma possível; os poderes de Janie são deixados de lado para abordar algo completamente aleatório e um romance sem sentido. Os fãs que me desculpem, mas Wake é, até agora, a pior leitura do ano.


13 comentários:

  1. Pooooxa!

    Que triste ver que a autora teve a oportunidade de escrever uma bela história e optou por errar dessa forma.
    Depois da sua resenha, vou passar bem longe do livro.
    Adorei sua sinceridade!


    Beijinhos,
    entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  2. A autora tinha uma premissa e tanto nas mãos, viu? Pela sinopse eu já estava morrendo de curiosidade, mas depois da sua resenha perdi a vontade.
    Como foi a narração do livro? Foi a própria Janie em primeira pessoa?
    É muito horrível quando a gente não consegue criar uma ligação com pelo menos um personagem.
    Pela sua resenha, fiquei com a impressão que a autora rodeou o livro todo jogando só fatos e um romancezinho sem sal e não prendeu o leitor em momento nenhum.
    Estou me sentindo um pouco mal por você também, que escolheu ler o livro mesmo com a reputação que ele tinha e se decepcionou também :/
    Mas não se preocupe, tem mais um monte de livros bons por aí! Prometo!
    Sucesso e beijos!

    ResponderExcluir
  3. Poxa, que pena! Fiquei super animada com essa sinopse, uma premissa tão incrível! Estava até pensando em ler também, mas sua resenha me deixou bem desanimada... Possa ser que talvez ainda leia, sabe para também tirar minhas 'próprias conclusões', mas eu já não curto esses romances, imagina quando é mal desenvolvido?
    Abraços,
    Duda - www.mylittlewonderland.com.br

    ResponderExcluir
  4. É triste quando boas históras são desperdiças, já passei por isso em dois livros esse ano, tamb sou assim, mesmo que os outros falem que é ruim o livro/filme gosto de tirar minhas próprias comclusões mesmo correndo o risco de ser mesmo muito ruim.
    Parabéns pela resenha

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Achei muito legal a capa a sinopse, mas depois da sua resenha, podendo eu passo longe dele. Eu achei que se tratava de um livro muito bom, mas pelo jeito estava enganado.
    Muito bom seu blog.
    Sucessos!

    cafelivrosseries.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Fernanda, que pena que o livro é ruim, eu já ouvi diversos comentários dele, tanto positivos quanto negativos. Então eu não sei se é um livro que eu leria, não no momento pelo menos, talvez mais para frente eu vejo se tento!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Sinceramente, não entendi esse livro. É uma pena que a autora não soube trabalhar bem a trama. Enfim, não sei se leria, ainda mais depois de ler sua resenha.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Olha eu ainda não conhecia o livro, mas sinceramente ele não me chamou muita atenção não.
    Gostei da sua resenha. Achei que foi bacana você ser sincera em seu ponto de vista, porque isso serve para mostrar que nem todas as obras vão nos agradar, pois tem gente que tem medo de falar sabe? Mas eu gostei da sua atitude. Espero poder conhecer o livro um dia, porque como eu disse , não dá pra julgar sem antes conhecer né? Eu vou ver se leio mais pra frente, embora não tenha me chamado tanta atenção. Mas sendo da novo século, vamos ver...

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/09/resenha-gaian-o-reinicio.html

    ResponderExcluir
  9. Eu achei esse livro um absurdo!!!
    É uma proposta tão incrível e que foi incrivelmente desperdiçada pela autora....
    Sério, tinha tudo para dar certo, mas foi exatamente como você falou: ela foi desleixada, o romance foi ridículo e o livro totalmente confuso.
    Nem fiz questão de ler os outros...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Ual! heheh
    Comecei a ler a resenha e até achei interessante, mas isso até você relatar a premissa do livro. Realmente é complicado ler um livro que não desenvolve, que não segura nossa atenção.
    Parabéns pela sinceridade nas palavras.

    Beijos,
    Dai | www.cheirodelivronacional.com.br

    ResponderExcluir
  11. Realmente a premissa é boa, pela sinopse eu compraria, mais após ler sua resenha eu não vou ler, a vida é muito curta para ler livros ruins não é mesmo? Estou com uma fila enorme, vou deixar passar! Parabéns pela resenha, ótima como sempre!

    ResponderExcluir
  12. Oi Fernanda!
    Já tinha visto esse livro pelos blogs e tal, mas nunca parei para ler uma resenha. A premissa é muito boa mesma e até diferente do que tem no mercado editorial, mas é estranho perceber quando a autora não sabe aproveitar e até desestimula a vir a ler algo da mesma no futuro. Odeio esses casais forçados. Muito bom a sua resenha, muito sincera. Parabéns!

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi, confesso que a sinopse já me deixou bolada com o livro e depois de ler a resenha tive minha confirmação, a historia me pareceu muito com Insonia que se passa com um personagem que entra no sonho das pessoas (Não pode controlar) Eu adoro o livro e esse que você apresentou pareceu uma versão espelho com erros (Não gosto quando escritores forçam casais :P)

    Bom beijão!

    ResponderExcluir