Top Social

Resenha | Quase Uma Rockstar - Matthew Quick

terça-feira, 20 de outubro de 2015
Desde que o namorado da mãe as expulsou de casa, Amber Appleton, a mãe e o cachorro moram em um ônibus escolar. Aos dezessete anos e no segundo ano do ensino médio, Amber se autoproclama princesa da esperança e é dona de um otimismo incansável, mas quando uma tragédia faz seu mundo desabar por completo, ela não consegue mais enxergar a vida com os mesmos olhos. Será que no meio de tanta tristeza e sofrimento Amber vai recuperar a fé na vida? Com personagens cativantes e uma protagonista apaixonante, Matthew Quick constrói de forma encantadora um universo de risadas, lealdade e esperança conquistada a duras penas.

Eu estava super animada para ler esse livro porque sou simplesmente apaixonada por O Lado Bom da Vida. Quando eu comprei, pensei “É Matthew Quick, o que poderia dar errado?”. Muitas coisas. Muitas coisas podem dar errado.

Já vou começar falando que no ponto de vista geral, vendo o livro como um todo, foi um livro bom. Foi bem escrito, bem elaborado, bem desenvolvido. Então, se foi tão bem desenvolvido por que eu não gostei?

Não gostei da Amber. Claro, ela é uma personagem boazinha, que coloca os outros em primeiro lugar e quer que o mundo seja um lugar melhor. Gostei disso, essa parte foi boa. O problema é a ingenuidade dela, a forma dela pensar. Ela tem 17 anos, mora num ônibus escolar com a mãe que passa mais tempo bêbada do que sóbria e 90% das três primeiras partes do livro os pensamentos dela são super infantis e isso me incomodou bastante.

Quando disse que de uma forma geral o livro me agradou, foi porque depois de ter terminado eu consegui entender o porque do autor ter feito Amber daquele jeito. Ele precisava que ela fosse ingênua para que a reviravolta principal do livro tivesse um impacto maior e para que o desenvolvimento da personagem ficasse mais claro.




Dou uma nota 4 pro livro porque mesmo entendendo os motivos da personagem ter sido feita do jeito que foi, acredito que ele podia ter colocado o “evento” que muda a vida dela mais cedo no livro. Li muita coisa antes de realmente começar a me acostumar com a Amber e quando estava começando a simpatizar com ela, o livro acabou. Fora isso, como disse, o livro num apanhado geral é bom e tem uma leitura fácil uma fez que você senta e se dedica a ele.


Post Comment
Postar um comentário