Top Social

Review | Pan

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Peter (Levi Miller) é um garoto de 12 anos que vive em um orfanato em Londres, no período da Segunda Guerra Mundial. Um dia, ele e várias crianças são sequestradas por piratas em um navio voador, que logo é perseguido por caças do exército britânico. O navio escapa e logo ruma para a Terra do Nunca, um lugar mágico e distante onde o capitão Barba Negra (Hugh Jackman) escraviza crianças e adultos para que encontrem pixum, uma pedra preciosa que concentra pó de fada. Em pleno garimpo, Peter conhece James Hook (Garreth Hedlund), que tem planos para fugir do local.

Quando eu decidi assistir Pan, fiz uma promessa a mim mesma de que não veria os trailers e não leria reviews para que não criasse expectativas e nem deixasse meu julgamento ser influenciado. O resultado não poderia ter sido melhor. Assistir o filme sem saber o que outras pessoas acharam deixou minha mente aberta para o que estava por vir e não ter visto trailer me deixou feliz quanto ao fato de que tudo pra mim era uma surpresa.

Quero começar falando que eu assisti o filme em 3D. Eu odeio filme em 3D porque eu tenho enxaqueca - a terceira dimensão é o minha pior inimiga nessa situação -, mas não tinha outra opção. O surpreendente é que eu não me arrependi. Dos poucos filmes que eu assistir com a tecnologia, esse foi o que a teve melhor empregada - e eu estou levando em consideração que a tela do cinema que eu estava não é das melhores. Os efeitos especiais, obviamente, adicional para esse ponto positivo. Nada parecia forçado, ou falso, então parabéns para Warner pela excelência no assunto. 

O segundo pondo positivo do filme foi o timing. Em momento algum eles apressaram as coisas. Eu entrei naquela sala sabendo que o Peter ia voar, porque é isso que ele faz. Eu sabia quando? Não. O por quê? Não tinha ideia. Eu descobri? Na hora que o o diretor/roteirista achou que fosse apropriado me contar e desenvolver essa parte da história. E eu fiquei satisfeita com a resposta que eu tive... Principalmente porque eu passei minha infância inteira sem resposta nenhuma achando que ele voava só porque ele queria.  

Como um todo o filme foi extremamente satisfatório. Do roteiro ao elenco, nada deixou a desejar. Agora eu só preciso que anunciem um segundo para me contarem como que o relacionamento do Hook com o Peter vai pelo ralo. Não podem deixar essa parte pra minha imaginação.


Post Comment
Postar um comentário