quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Resenha | O Imperador da Ursa Maior - Carlos Eduardo Novaes

Obra nacional, O imperador da Ursa maior conta a história de Julinho que é assaltado, e seu pai decide recuperar o par de tênis importado, não importando o que tenha que fazer para conseguir. O que o milionário não imagina é que o filho se tornará amigo do assaltante, Miquimba, um menino de rua. Dois garotos com a mesma idade, mas com vidas muito diferentes, tentam descobrir o que os une e acabam conhecendo a realidade que os separa. 
O livro trata de uma realidade que atinge o Brasil de maneira cruel. Um menino de rua que luta dia após dia pela sobrevivência, chegando a extremos para obter um prato de comida. Além das condições de sobrevivência, o livro deslancha ao mostrar o anseio por uma igualdade social no momento em que Miquimba rouba os tênis importados de Julinho.

Mas diferente do sentimento de revolta que geralmente se acompanha nas mídias e redes sociais, Julinho encara a situação com curiosidade, e com a visão revolucionária e questionadora do porque um alguém semelhante a si tinha tao pouco enquanto ele tinha tanto?

Carlos Eduardo Novaes desenvolveu a obra de maneira fluida, fazendo com que a leitura fosse tranquila. O interessante na leitura é a descoberta por Julinho de que Miquimba era um grande admirador da constelação da ursa maior, o que da nome ao livro de maneira sugestiva e inteligente, de onde se infere que o imperador de toda aquela imensidão azul estrelada é o pobre Miquimba. E podemos fazer a relação, uma vez que o morador de rua tem como seu teto, o céu.

Uma das coisas mais interessantes de se ler é o deslanche da amizade entre os dois meninos que surge de maneira natural. A princípio Miquimba possui uma personalidade um tanto difícil e relutante em receber ajuda, mas isso não impede Julinho de sempre tentar fazer algo benéfico para o menino. Inclusive esse algo benéfico era leva-lo para morar em sua grande e confortável casa, o que não é bem aceito por seu pai, que a propósito foi responsável pela estadia do menino de rua em um hospital, devido ao roubo do tênis.

O livro se diferencia por mostrar diferentes realidades sociais que são ligadas não pelo clichê do casal apaixonado que tem o romance dificultado por suas situações financeiras - o que também pode clichê interessante e real - mas pela amizade entre dois meninos de mesma idade que deveriam ter as mesmas oportunidades, o que não ocorre.

O imperador da ursa maior é um emocionante livro que a todo o momento leva o leitor a refletir através dos bons diálogos, e da representação de um mundo que está diante de nossos olhos todos os dias, mas que parece invisível. Todo o livro e principalmente seu final é uma crítica a desigualdade social e a injusta e gritante diferença das camadas sociais.




Minha nota para o livro é 4 estrelas, pois é um livro realmente bom e com conteúdo interessante e próximo à realidade. Não dei 5, pois na minha humilde opinião, embora a história seja formidável, os personagens são um pouco rasos. Suas atitudes refletem mais do meio em que vivem do que sua personalidade em si.



Nenhum comentário:

Postar um comentário