Top Social

Resenha | Loucamente Sua - Rachel Gibson

sexta-feira, 18 de março de 2016

De volta à sua cidadezinha para comparecer ao funeral do seu padrasto Henry, a bela cabeleireira Delaney é surpreendida com uma cláusula do testamento dele: se quiser receber a sua herança, ela deverá permanecer um ano inteiro na cidade e não ter "contato sexual" algum com o bad boy Nick, filho bastardo de Henry. Acontece que, dez anos antes, ela e Nick viveram uma paixão, e embora ele seja um mulherengo incorrigível, a proximidade de ambos reacende a antiga chama. Será Delaney capaz de resistir ao motoqueiro de conversa fiada?

Também conhecida como o inferno particular de Delaney Shaw, Truly é uma típica cidadezinha pacata onde todos se conhecem e fofocas voam rápido, como aconteceu há 10 anos, quando os rumores a respeito do envolvimento Delaney com Nick Allegrezza eram os mais comentados. Cada morador apresentava sua própria versão dos acontecimentos que levaram a jovem a fugir da cidade, até que outras histórias mais interessantes surgiram. Porém, com o retorno de Delaney para o funeral de seu pai adotivo, os boatos tendem a reaparecer e tomar novas proporções, pois alguns contos podem ser mais reais do que esperavam. 

Isso é, quem não gostaria de comentar a respeito da vida da filha do prefeito? Com sua vida perfeita, era esperado que em alguma ocasião Delaney desse um passo em falso. E isso aconteceu da forma mais drástica possível: Nick Allegrezza, o filho bastardo do prefeito, aquele que Henry Shaw nunca assumiu e recusou-se a admitir a existência durante incontáveis anos. Não, não estamos falando de incesto, uma vez que nem legalmente os dois são irmãos. Mas sim de um romance proibido alimentado por luxúria, desejo, vingança e egoísmo. 

Agora ele sabia e desejava não saber. Isso criou um buraco em suas entranhas e o fez odiá-la tanto quanto queria abraçá-la e não deixar que ela escapasse. Mas ela iria embora. Ela deixaria Truly, desaparecendo da cidade em seu carro amarelo.

Observamos a história através do ponto de vista de Nick e Delaney, ambos envolvidos demais no passado que tiveram para aceitar as condições impostas por Henry em seu testamento para que pudessem receber a herança. Delaney precisa permanecer um ano em Truly, uma cidade que despreza, para realizar seu sonho. Nick precisa se afastar de Delaney. E é assim que vemos o desenrolar antes mesmo que o final se aproxime. 

A escrita de Rachel Gibson é inteligente e informal, o que proporciona uma leitura rápida e agradável. Apesar de dividir sua trama em capítulos longos, que às vezes não entregam muito conteúdo relevante, a autora consegue prender o leitor e fazer com que o mesmo acabe por desejar conhecer mais daquele universo, ainda que não o descreva muito em suas páginas, optando por focar no romance entre os protagonistas e seu processo de amadurecimento (que não é lá dos melhores). 

Ela estava se apaixonando por ele. Ela conseguia sentir isso acontecendo como um forte sentimento adormecido, puxando, tirando o chão debaixo dos pés dela, e não havia nada que ela pudesse fazer, exceto talvez se salvar de sentir alguma dor.



Confesso que Loucamente Sua foi um bom entretenimento, no entanto não conseguiu me conquistar completamente. As primeiras 100 páginas foram um pouco cansativas, sem chegarem a nenhum lugar realmente importante. E, verdade seja dita, tudo pareceu previsível demais, fazendo com que o final não fosse nenhuma surpresa. Todavia, foi uma ótima forma de iniciar minhas aventuras no gênero "chick-lit", mostrando que uma vez deixado os preconceitos de lado, é possível desfrutar positivamente de um livro que consegue entregar aquilo a que se propõe. 


Um comentário on "Resenha | Loucamente Sua - Rachel Gibson "
  1. Oi Fernanda!
    Esse livro é um dos meu favoritos, lembro que ele foi um dos primeiros livros de chick-lit que li e lembro que ele me conquistou também, ele é aquele romance previsível, mas eu adoro clichês então... não me incomodo muito. A escrita da Gibson é ótima, desde li esse livro eu venho lendo seus livros e me envolvendo nesses romances. Que bom que foi uma experiência boa.

    Beijos!
    lovesbooksandcupcakes.blogspot.com

    ResponderExcluir