Top Social

Resenha | Caixa de Pássaros - Josh Malerman

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Romance de estreia de Josh Malerman, Caixa de pássaros é um thriller psicológico tenso e aterrorizante, que explora a essência do medo. Uma história que vai deixar o leitor completamente sem fôlego mesmo depois de terminar de ler.

Basta uma olhadela para desencadear um impulso violento e incontrolável que acabará em suicídio. Ninguém é imune e ninguém sabe o que provoca essa reação nas pessoas. Cinco anos depois do surto ter começado, restaram poucos sobreviventes, entre eles Malorie e dois filhos pequenos. Ela sonha em fugir para um local onde a família possa ficar em segurança, mas a viagem que tem pela frente é assustadora: uma decisão errada e eles morrerão.



Depois de duas semanas sumida, eu volto pra vocês com uma resenha um pouquinho diferente das que vocês estão acostumadas. Voltei aos meus hábitos de leitura com nada menos que um suspense/terror psicológico. Até porque não tem forma melhor de estimular o cérebro.

Caixa de Pássaros foi uma das minhas aquisições de aniversário, mas que só tive tempo de ler agora. Ao contrario do que imaginava, o livro não tem muito de mundo-futurístico-distópico-pós-apocalíptico que nós leitores estamos acostumados nesse tipo de enredo. A maior ameaça do livro o autor deixa, brilhantemente, para nossa imaginação. Mas Amanda, que ameaça é essa?

Parece que uma gaiola se fechou com todos eles dentro. Uma caixa de papelão. Uma caixa de pássaros. Bloqueando o sol para sempre.

O mundo foi supostamente invadido por criaturas que te enlouquecem caso entrem em sua linha de visão. Algo a nossa volta nos torna violento, nos torna uma ameaça às nossas famílias e à nos mesmos. Nosso único instrumento de defesa são vendas. Vedar nossas casas é a única forma de segurança. Não ver a é única vantagem que temos sobre as criaturas. Mas como nos protegemos, como nos sentimos a salvo de verdade, se não sabemos nem a aparência do que nos ameaça? Esse é todo o ponto do livro.

Como nossa “heroína” não tem ideia de como são as criaturas e em momento algum temos a perspectiva de algum personagem que está sendo afetado, temos somente a imaginação de Malorie para nos guiar o que torna toda a situação ainda mais assustadora. O maior medo do ser humano é não saber o que está preste a lhe atacar e é exatamente isso que Josh Malerman trás em sua obra.

Com uma escrita que torna impossível largar o livro, Caixa de Pássaros se tornou em pouquíssimo tempo um dos melhores livros que já li. Com um enredo envolvente, personagens nada mais que humanos e criveis, Malerman estreou nas livrarias com o pé direito. Ao mesmo tempo que é uma honra essa obra estar ao lado de Stephen King, estou certa que tem esse lugar como seu de direito.


Minha nota final para esse livro, obviamente, é cinco. Cinco para a escrita, cinco para o trabalho da editora, cinco para arte, cinco para tudo.

Post Comment
Postar um comentário