Top Social

Featured Posts Slider

Top 5 Livros

segunda-feira, 30 de maio de 2016


Eu sempre digo que se pode descobrir muito sobre uma pessoa baseado no gosto literário dela. Claro que muitas vezes as pessoas te surpreendem e alguém que gosta de um livro que você considera nojinho pode ser uma pessoa maravilhosa, até porque não vale a pena desfazer amizade por causa de gosto. Mas eu ainda acho saber quais são os livros preferidos de uma pessoa algo muito importante, por isso resolvi fazer esse Top 5 dos livros favoritos dos meus singelos 20 anos de vida.

Resenha | O Mapa de Vidro - S.E. Grove

sábado, 28 de maio de 2016

Ela conhecia o mundo somente por meio de mapas. E não tinha ideia de que eles poderiam ser tão perigosos. Boston, 1891. Sophia Tims vem de uma família de grandes cartógrafos. Desde a Grande Ruptura em 1779, quando todos os continentes foram lançados a uma era diferente – da pré-história a um futuro distante – esses exploradores viajam e mapeiam o que é conhecido como Novo Mundo. Há oito anos, desde que seus pais não retornaram de uma missão urgente, ela vive com seu tio Shadrack, o melhor cartógrafo em Boston. A vida com seu brilhante, adorado e distraído tio, ensinou Sophia a cuidar de si mesma. Quando Shadrack é sequestrado por pessoas que estão atrás de um poderoso artefato, ela é a única que pode salvá-lo. Ao lado de Theo, um refugiado do oeste, ela embarca em uma aventura por cidades secretas e mares desconhecidos baseando-se apenas nos mapas deixados por seu tio e sua intuição. O que Sophia e Theo não sabem é que suas próprias vidas estão em perigo quando se descobrem segredos há muito enterrados. O mapa de vidro vai fazer você mergulhar em um mundo de fantasia autêntico e intrigante, com uma heroína que vai ganhar o seu coração.

Representatividade

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Novamente venho com um post diferente nessa segunda-feira. Quero discutir com vocês um assunto que está muito em alta ultimamente: a representatividade em Hollywood. “Mas Amanda, por que falar sobre isso agora que eles estão colocando outras etnias nos filmes?”. Porque meus queridos, e isso pode chocar muitas pessoas, não existe uma real representatividade no mundo da ficção.

Resenha | As Virgens Suicidas - Jeffrey Eugenides

sábado, 21 de maio de 2016

Num típico subúrbio dos Estados Unidos nos anos 1970, cinco irmãs adolescentes se matam em sequência e sem motivo plausível. A tragédia, ocorrida no seio de uma família que, em oposição aos efeitos já perceptíveis da revolução sexual, vive sob severas restrições morais e religiosas, é narrada pela voz coletiva e fascinada de um grupo de garotos da vizinhança. O coro lírico que então se forma ajuda a dar um tom sui generis a esta fábula da inocência perdida. Adaptado ao cinema por Sofia Coppola, publicado em 34 idiomas e agora em nova tradução, o livro de estreia de Jeffrey Eugenides logo se tornou um cult da literaturanorte-americana contemporânea. Não por acaso: essa obra de beleza estranha e arrebatadora, definida pela crítica Michiko Kakutani como "pequena e poderosa ópera no formato inesperado de romance", revela-se ainda hoje em toda a sua atualidade.

Resenha | O Trevo e a Vassoura - Gabriel Kwak

sexta-feira, 20 de maio de 2016
O que temos hoje? Falarei de talvez o melhor livro que comprei na feira que citei na minha última coluna. O assunto de hoje trata de políticos. Antes, uma explicação básica. Em que pese o fato de que eu leio muita coisa, uma das minhas maiores paixões nessa área é explorar o passado, mais ou menos como faço com a música. Nesse caso a história e seus personagens são sempre impressionantes, seja em escala nacional como em escala mundial. Por vezes sou um historiador amador ou um pesquisador, o bom é que conforme se lê mais, uma informação de anos atrás se encaixa com todo um contexto novo.

Resenha | Mais Pesado que o Céu - Charles R. Cross

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Este livro apresenta a vida singular de Kurt Cobain, o mítico líder do Nirvana, banda que revolucionou o estagnado mundo da música pop no início da década de 1990, com o lançamento do clássico álbum Nevermind. Em capítulos que evoluem em ordem cronológica, Charles Cross traça a vida de Cobain desde sua infância, quando ele morava no interior de um trailer numa cidade perdida do estado de Washington, até a conquista da fama, do sucesso e da adoração de toda uma legião de fãs. 'Mais Pesado Que o Céu' (Heavier Than Heaven) revela os dramas familiares que instigaram a criatividade musical de Cobain, a história da geração que moldou seu caráter e sensibilidade, detalhes do vício pela heroína, os planos suicidas e seu estranho e conturbado caso de amor com Courtney Love. Analisando relatos médicos e policiais, e cartas do próprio músico, Charles Cross também revela fatos novos sobre a saúde de Cobain, sua depressão e seus últimos dias.

Meraki na rede

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Novidades. É isso que tem pra hoje, como diríamos em bom internetês. Quem nos acompanha desde o início (ou mesmo há pouco tempo) sabe que estamos sempre procurando novas formas de interagir com vocês. Com isso em mente, viemos até aqui para anunciar que o Meraki ganhou não uma, mas TRÊS novas redes sociais. 

Playlist #002

sábado, 14 de maio de 2016

No dia 27 de Setembro, o álbum de estreia da cantora Ella Yelich-O'Connor, também conhecida como Lorde, completou dois anos desde o seu lançamento. Desde então, Lorde vem ganhando o público internacional e caindo nas graças da crítica com seu som único e letras que muitas vezes fazem críticas sociais, que vão direto ao ponto. 

Um Papo Sobre Adaptações

segunda-feira, 9 de maio de 2016


O ano é 2016. Hollywood ainda mantém uma baixa qualidade em suas adaptações. Eis que surge, distante, um pequeno blog chamado Meraki, para que não aguenta não falar mais sobre o assunto. Sim, meus queridos, estou hoje aqui para fazer uma rápida passagem pelos erros e acertos mais comuns em adaptações literárias para cinema e também falar um pouquinho sobre os exemplos de cada uma delas.

Resenha | As Estranhas e Belas Mágoas de Ava Lavender - Leslye Walton

sábado, 7 de maio de 2016
Gerações da família Roux aprenderam essa lição da maneira mais difícil. Os amores tolos parecem, de fato, ser transmitidos por herança aos membros da família, o que determina um destino ameaçador para os descendentes mais jovens: os gêmeos Ava e Henry Lavender. Henry passou boa parte de sua mocidade sem falar, enquanto Ava que em todos os outros aspectos parece ser uma jovem normal nasceu com asas de pássaro.

Tentando compreender sua constituição tão peculiar e, ao mesmo tempo, desejando ardentemente se adaptar aos seus pares, a jovem Ava, aos 16 anos, decide revolver o passado de sua família e se aventura em um mundo muito maior, despreparada para o que ela iria descobrir e ingênua diante dos motivos distorcidos das demais pessoas. Pessoas como Nathaniel Sorrows, que confunde Ava com um anjo e cuja obsessão por ela cresce mais e mais até a noite da celebração do solstício de verão. Nessa noite, os céus se abrem, a chuva e as penas enchem o ar, enquanto a jornada de Ava e a saga de sua família caminham para um desenlace sombrio e emocionante.

"As vezes a forma que você comprou o livro é tão boa quanto tê-lo..."

sexta-feira, 6 de maio de 2016

Sim. A coluna de hoje não resenhará livros ou filmes ou músicas. Falaremos hoje sobre em casos é fácil e maravilhoso adquirir livros em preços maravilhosos. Ontem fui parar numa feira na Cinelândia e as coisas estavam absurdamente baratas, mais que o normal pra feiras como aquela. Muitos livros bons por cinco reais (Nick Hornby por cinco reais!), HQs de qualidade por bom preço e o livro mais caro que gastei foi dez reais. Além disso, ontem haviam CDs, todos por um real. E CDs BONS, Chuck Berry, Little Richard, umas lendas do blues e do soul, levei cinco chorando por não levar mais. Feiras assim se popularizam a cada dia, a cada quatro shoppings pelo menos um tem uma feira desse tipo e com livros interessantes, além de algumas HQs num preço muito honesto (faço coleção da Disney Big graças a isso, vale a pena).

Resenha | Sandman, Vol. 1: Prelúdios e Noturnos - Neil Gaiman

quinta-feira, 5 de maio de 2016
Poucas HQs na história do mundo ocidental transcenderam o gênero e romperam barreiras como Sandman conseguiu. Mesclando mitologias modernas e fantasia sombria, além de acrescentar elementos modernos, históricos e míticos, Sandman foi considerada uma das séries mais artisticamente ambiciosas dos quadrinhos. Quando foi concluída, em 1996, já tinha mudado a nona arte para sempre e se tornado um fenômeno de cultura pop, bem como um marco das HQs, tornando difusa a fronteira imaginária entre os quadrinhos de massa e o que consideramos como arte.

A série conta a história de Morfeus, um dos Perpétuos — criaturas análogas aos deuses, mas ainda maiores — responsável pelo Mundo dos Sonhos. Basicamente ele controla e tem acesso a todos os sonhos da humanidade e de todas as criaturas capazes de sonhar, sendo o senhor do Mundo dos Sonhos, a terra aonde vamos em nossas horas de sono.

Meta de Leitura - Maio/2016

terça-feira, 3 de maio de 2016

A Meta de Leitura está de volta! Infelizmente foi impossível encontrar tempo para traçar um planejamento mês passado, o que acabou resultando no corte, temporário, desse segmento do blog. Todavia, esse infortúnio perdurou somente em Abril e agora retornamos com a programação normal. Apesar de Maio ser um mês complicado, com o início ou término de provas, dependendo do calendário acadêmico de cada um, vamos estabelecer algumas metas. Se serão cumpridas ou não, vocês terão de acompanhar-nos para saber. 

Review | Capitão America: Guerra Civil

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Steve Rogers (Chris Evans) é o atual líder dos Vingadores, super-grupo de heróis formado por Viúva Negra (Scarlett Johansson), Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen), Visão (Paul Bettany), Falcão (Anthony Mackie) e Máquina de Combate (Don Cheadle). O ataque de Ultron fez com que os políticos buscassem algum meio de controlar os super-heróis, já que seus atos afetam toda a humanidade. Tal decisão coloca o Capitão América em rota de colisão com Tony Stark (Robert Downey Jr.), o Homem de Ferro.





Quadrinhos de Abril/2016

domingo, 1 de maio de 2016

As leituras de Abril foram um pouco fracas no sentido de quantidade, pois esse mês alguns compromissos da faculdade acabaram demandando uma atenção maior, então precisei manter o foco. Todavia, em questão de qualidade, posso afirmar que o medidor foi nas alturas, uma vez que nenhuma das obras me decepcionou. Então espero que perdoem o número pequeno e aproveitem a postagem, que inclusive tem uma parte do Desafio de Leitura lá no final ;)