Top Social

Quadrinhos de Abril/2016

domingo, 1 de maio de 2016

As leituras de Abril foram um pouco fracas no sentido de quantidade, pois esse mês alguns compromissos da faculdade acabaram demandando uma atenção maior, então precisei manter o foco. Todavia, em questão de qualidade, posso afirmar que o medidor foi nas alturas, uma vez que nenhuma das obras me decepcionou. Então espero que perdoem o número pequeno e aproveitem a postagem, que inclusive tem uma parte do Desafio de Leitura lá no final ;)


Tokyo Ghoul - Volume 5

Com a chegada do Ghoul Gourmet, introduzido no volume anterior, as coisas acabaram ficando mais intensas no Distrito 20, especialmente para Kaneki. Agora, vemos um verdadeiro banho de sangue e altas doses de insanidade nas páginas de Sui Ishida, que procura mergulhar nos cantos mais sombrios da mente de personagens muito específicos, trazendo à tona histórias inimagináveis a respeito da origem dos mesmos. As dificuldades enfrentadas por Nishiki, um encontro entre Touka e Tsukiyama numa batalha épica e a passagem destrutiva de Rize pelo Distrito 11 são pontos muito importantes nesse quinto volume. 

Novamente, tratam-se de temas já abordados no anime, mas que desenvolvem-se de forma completamente diferente quando observados nessa nova ótica. A loucura de Rize, juntamente com sua fome incontrolável e desprezo por autoridades, faz com que seu capítulo seja ponto alto dessa edição. Além da singularidade visual da luta entre Touka, Tsukiyama e Kaneki, que se destaca por todo o detalhe no desenho de suas respectivas kagunes. [5 ESTRELAS]


A Saga do Tio Patinhas - Vol. 1 e 2 

O Desafio de Leitura desse mês foi "Uma História Infantil", como aqueles que acompanham o grupo já devem saber. Então resolvi unir o útil ao agradável e ler algumas histórias em quadrinhos que estavam sendo deixadas de lado há um tempo:

 

A Saga do Tio Patinhas, no formato apresentado, é composta por três volumes, dos quais tive chance de ler dois. E, apesar de não ser propriamente infantil, é agraciada com diversos personagens do universo Disney, algo que remete à minha infância, o que explica minha escolha de leitura, mas que apresenta inúmeras referências que alguns anos atrás não entenderia por completo. 

É muito interessante conhecer o Tio Patinhas antes que ele se tornasse Tio Patinhas. Em seus anos dourados, Patinhas é muito mais agradável e carismático, o que torna a leitura interessante, pois é um novo personagem vivendo aventuras inimagináveis para o mesmo alguns anos depois. Além disso, vemos todo o trajeto de Patinhas, como uma verdadeira biografia, desde sua infância difícil na Escócia até sua vida como "o pato mais rico do mundo". 


É certo que suas aventuras não seriam tão incríveis se não fossem pontuadas por interseções entre o real e o fictício, fazendo com que Patinhas atue como um verdadeiro símbolo da história, seja ela de qualquer país pelo qual tenha passado e deixado sua marca. Don Rosa, a pessoa por trás da Saga do Tio Patinhas, consegue construir muito bem esse universo, já elaborado por Carl Barks, e não poupa elementos para fazer com que ele se torne verídico aos olhos do leitor. Além disso, todos os capítulos são incrivelmente bem desenhados, cheios de detalhes e piadas contadas em segundo plano, apenas para os olhos mais atentos. [5 ESTRELAS]

No próximo Quadrinhos do Mês, quando a Saga do Tio Patinhas estiver devidamente concluída, escreverei mais sobre a moral que pude perceber na história de Patinhas e de outros detalhes que prefiro comentar amplamente. Mas já posso afirmar que essa é mais uma história em quadrinhos que vai muito além de páginas coloridas e balões de diálogos.



Um comentário on "Quadrinhos de Abril/2016"
  1. Eu era maluca pelo Tio Patinhas quando era criança, adorava muito todos os desenhos que via dele. Fiquei muito feliz de saber que os quadrinhos são tão bons assim e, na verdade, você me deixou muito curiosa mesmo pra ler, quem sabe mês que vem! :P
    Beijos!

    www.beyondbluedoors.com

    ResponderExcluir