Top Social

Resenha | Mais Pesado que o Céu - Charles R. Cross

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Este livro apresenta a vida singular de Kurt Cobain, o mítico líder do Nirvana, banda que revolucionou o estagnado mundo da música pop no início da década de 1990, com o lançamento do clássico álbum Nevermind. Em capítulos que evoluem em ordem cronológica, Charles Cross traça a vida de Cobain desde sua infância, quando ele morava no interior de um trailer numa cidade perdida do estado de Washington, até a conquista da fama, do sucesso e da adoração de toda uma legião de fãs. 'Mais Pesado Que o Céu' (Heavier Than Heaven) revela os dramas familiares que instigaram a criatividade musical de Cobain, a história da geração que moldou seu caráter e sensibilidade, detalhes do vício pela heroína, os planos suicidas e seu estranho e conturbado caso de amor com Courtney Love. Analisando relatos médicos e policiais, e cartas do próprio músico, Charles Cross também revela fatos novos sobre a saúde de Cobain, sua depressão e seus últimos dias.

Por ser uma fã assumida da banda Nirvana, acabei ganhando uma das biografias do vocalista. E embora eu não gostasse muito do gênero, me aventurei na leitura, incentivada pela curiosidade.

A biografia fala sobre a infância conturbada de Kurt Cobain e como o divórcio de seus pais teve influência em vida. Pelos relatos de familiares e trechos de um diário onde Kurt expunha parte de seus pensamentos, era claro que desde muito novo ele apresentava sinais de forte depressão. Seus desenhos violentos e frases soltas retratavam um mundo onde nada dava certo, as pessoas eram egoístas, e ele se via completamente sozinho.

Na metade do livro, imaginei que a entrada no mundo do rock e o convívio entre amigos com mesmos interesses melhorariam a situação. Kurt evoluía seus pensamentos em relação a vida, desenvolvia uma criatividade musical incrível, mas internamente nada havia mudado - os pensamentos melancólicos e psicopata-depressivos permaneciam lá.

A leitura é extremamente fluída, embora em alguns pontos se torne monótona ao detalhar fatos não tão relevantes para quem não é fã da banda. O personagem da vida real faz com que o livro se torne muito mais do que uma biografia, um alerta. Mais Pesado que o Céu basicamente faz questão, de desde o início, de expor situações que ao longo da vida do rapaz foram cruciais para entendermos o desfecho tão conhecido da vida de Kurt, e atenta também para o descuido das pessoas em relação a um problema tão grave e triste quanto a depressão, que se manifesta de diversas formas.


Particularmente acho que o livro merece quatro estrelas por ser bem interessante e ir além do gênero quando lido por olhos atentos, além de ser bem fluído e promover a reflexão sobre diversos assuntos, como a depressão, a onda de drogas entre os jovens e o complicado mundo da música. O ponto negativo se dá pelo detalhamento de fatos poucos relevantes, num momento em que a narrativa segue interessante. Mas tomando a obra como um todo, fiquei muito satisfeita e ate surpresa com a maneira que o livro mexeu comigo ainda que o final já fosse conhecido.

Post Comment
Postar um comentário