segunda-feira, 2 de maio de 2016

Review | Capitão America: Guerra Civil


Steve Rogers (Chris Evans) é o atual líder dos Vingadores, super-grupo de heróis formado por Viúva Negra (Scarlett Johansson), Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen), Visão (Paul Bettany), Falcão (Anthony Mackie) e Máquina de Combate (Don Cheadle). O ataque de Ultron fez com que os políticos buscassem algum meio de controlar os super-heróis, já que seus atos afetam toda a humanidade. Tal decisão coloca o Capitão América em rota de colisão com Tony Stark (Robert Downey Jr.), o Homem de Ferro.






Quem está acompanhando o canal do Meraki sabe que semanda passada eu fiz um video resenha de Guerra Civil, hoje eu venho falar sobre o filme.

É sempre muito difícil fazer uma comparação entre filme e livro ou filme e quadrinhos, mas tem que ser feita em qualquer adaptação. A primeira diferença no filme é a presença do Bucky. Não que eu esteja reclamando, quanto mais Sebastian Stan pra mim melhor, mas isso deixa o motivo da Guerra Civil meio dividido em duas partes. 20% das brigas em o Tony e o Steve são por causa da Lei de Sokovia enquanto 80% é só os dois brigando sobre a inocência ou culpa do Bucky.

O filme teve pontos possitivos, como as cenas de ação - que sempre são algo que Marvel domida - porém no quesito enredo eles deixaram um pouco a desejar, talvez por terem preferido focar mais nas cenas de luta.

Uma parte que me surpreendeu, mais porque minhas expectativas eram muito baixas, foi a introdução do novo Homem-Aranha. Eu tinha uma ideia muito ruim de como iria ser feito o novo reboot, mas, graças a Deus, Holland parece estar fazendo um bom trabalho e conseguiu me deixar ansiosa para o próximo filme do Aranha.

Como um todo, no final eu sai um pouquinho decepcionada porque, ao contrario de BvS, vi muitos comentários dizendo que era o melhor filme da Marvel até agora e acredito que se tivesse ido com expectativas mais baixas teria aproveitado muito mais minhas quase três horas de filme.


Nenhum comentário:

Postar um comentário