Top Social

Review | Stranger Things - 1ª Temporada

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Ambientada em Montauk, Long Island, Stranger Things conta a história de um garoto que desaparece misteriosamente. Enquanto a polícia, a família e os amigos procuram respostas, eles acabam mergulhando em um extraordinário mistério, envolvendo um experimento secreto do governo, forças sobrenaturais e uma garotinha muito estranha.
Como uma amante de séries, não podia deixar de assistir outra produção original da Netflix. Deixei de lado as outras séries, e comecei a assistir Stranger Things. Por incrível que pareça, não pesquisei antes sobre do que se tratava, e acho que foi essa a graça e a minha maior alegria com a série. 

Para aqueles que ainda não estavam neste mundo nos anos 80, a série te leva até essa época e não te decepciona, pois faz referências a filmes, músicas e artistas desta fase, apostando na nostalgia para os viventes e introduzindo conhecimento para os novatos.

Com elementos científicos e características pouco conhecidas da maior parte do público, a série tem uma temática simples. A história tem seu estopim no desaparecimento de Will Byers (Noah Schnapp), filho de Joyce Byers (Winona Ryder), que deposita todo seu esforço e esgota todas as suas tentativas para encontrar seu filho mais novo. Além da família, os amigos de Will, Mike (Finn Wolfhard), Dustin (Gaten Matarazzo) e Lucas (Caleb McLaughlin) também saem em busca do amigo e no meio do caminho, encontram uma estranha menina, chamada Eleven - onze em português -, interpretada pela atriz Millie Bobby Brown. Nesta procura, eles descobrem que estão correndo grande perigo e o envolvimento do governo.

Aparentemente, o roteiro não contém nenhuma novidade no mundo cinematográfico, entretanto, o conceito de uma narrativa centrada pela visão de crianças, as quais são protagonistas, trouxe dinamismo e certa inovação no modo de fazer séries.

A amizade infantil é definitivamente o centro da história, pois a cada episódio, retoma ou reforça a ideia de que sem aquela amizade, eles não conseguiriam desvendar todos os mistérios e as coisas estranhas que acontecem na pequena cidade. 

No quesito destaque, não há dúvidas que ele ficou por conta de Eleven. A personagem apresenta suas peculiaridades ao longo dos oito episódios, com uma trajetória de vida triste e instigante. Outro ponto forte da série é a introdução de um Mundo Invertido, onde existem pessoas e seres não muito amigáveis.

Criada pelos irmãos Matt e Ross Duffer, a série é surpreendente, segue uma linha de raciocínio enigmática e mesmo que perca um pouco da força ao decorrer da história, só nos faz criar questionamentos e querer explicações numa próxima temporada.

Falando nisso, a segunda temporada já foi confirmada para 2017 pela Netflix. Agora só nos resta esperar para o retorno desta série de característica ímpar.


Post Comment
Postar um comentário