quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Top 5 | Viagem no Tempo


Meu amor pela viagem no tempo é cantado em verso e prosa por todos os cantos em que eu passo. Por aqui não seria diferente. Acredito que meu fascínio por histórias com esse tema se dá pelo fato de que são enredos que exigem bastante cuidado e precisam estar bem amarrados – se estiverem amarrados de forma inteligente é ainda melhor. Nesse TOP 5 vou falar sobre as histórias que mais me marcaram sejam em filmes, livros e até animes.

5. About Time (Filme) 

Ao completar 21 anos, Tim é surpreendido com a notícia dada por seu pai de que pertence a uma linhagem de viajantes no tempo. Ou seja, todos os homens da família conseguem viajar para o passado, bastando apenas ir para um local escuro e pensar na época e no local para onde deseja ir. Cético a princípio, Tim logo se empolga com o dom ao ver que seu pai não está mentindo. Sua primeira decisão é usar esta capacidade para conseguir uma namorada, mas logo ele percebe que viajar no tempo e alterar o que já aconteceu pode provocar consequências inesperadas.

Querendo dar uma relaxada e assistir um filme despretensioso? About Time é uma ótima opção. O filme é tranquilo e trata da viagem no tempo de uma maneira mais suave. Embora o filme não apresente um clímax ou grandes problemas e complicações, ele ensina uma lição diferente de todos os filmes que tratam do tema, e ao final temos uma boa sensação a respeito de viver melhor cada dia.

4. Efeito Borboleta (Filme) 

Evan é um jovem que luta para esquecer fatos de sua infância. Para tanto ele decide realizar uma regressão onde volta também fisicamente ao seu corpo de criança, tendo condições de alterar seu próprio passado. Porém, ao tentar consertar seus antigos problemas ele termina por criar novos, já que toda mudança que realiza gera consequências em seu futuro.

O filme trata do tema de uma maneira um pouco mais pesada, já que Evan teve uma infância difícil em que passou por situações perturbadoras. Através de leituras em seu diário, ele é capaz de voltar para aquela época – sobre a qual estava lendo - e revivê-la. Evan tenta mudar alguns fatos, porém acaba desencadeando outras situações, e o efeito borboleta se dá justamente por isso. Um exemplo muito usado é o enunciado: “uma borboleta que bate asas na China e causa um furacão na América”, que poderia ser explicado como: “tudo o que você faz de alguma maneira vai gerar uma consequência na vida ao seu redor, inclusive na vida de pessoas que você não faz ideia que existe; assim como deixar de ter essa atitude, também gera uma consequência”.

3. Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban (Livro)

O 3º ano de ensino na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts se aproxima. Porém um grande perigo ronda a escola: o assassino Sirius Black fugiu da prisão de Azkaban, considerada até então como à prova de fugas. Para proteger a escola são enviados os Dementadores, estranhos seres que sugam a energia vital de quem se aproxima deles, que tanto podem defender a escola como piorar ainda mais a situação.

É incrível (ou doentio) como eu sempre consigo relacionar o universo Harry Potter com tudo! O livro 3 não aborda a viagem no tempo de forma específica, mas passeia por ela. Eu diria que não apenas passeia pelo tema, mas que este faz parte de uma das tomadas mais legais do livro (e do filme também, porém no livro temos uma gama de informações que conferem mais encanto à situação). Diferentemente de “Efeito Borboleta”, a viagem em Harry Potter causa mudanças na ordem natural dos acontecimentos, mas não geram consequências tão caóticas.

2. Memento (Filme)

Um ladrão ataca um casal, terminando por matar a mulher e deixando o homem à beira da morte. Porém, ele sobrevive e a partir de então passa a sofrer de uma doença que o impede de gravar na memória fatos recentes, o que faz com que ele esqueça por completo algo que acontece poucos instantes antes. A partir de então ele parte em uma jornada pessoal a fim de descobrir o assassino de sua mulher para poder vingá-la.

Memento (ou Amnésia) não é um filme com relação ao tema desse TOP 5, porém ele conta uma história de maneira diferente: de trás pra frente, de forma com que quem acaba viajando no tempo é o telespectador. Cada cena contém uma informação importante para o entendimento do filme, porem a cena seguinte ,na verdade, mostra o que aconteceu momentos antes e assim o filme segue. É um filme que precisa ser visto com bastante cautela e esforço, uma vez que em dado momento não se tem a noção de quem é tal personagem e de onde ele veio, e aí ao longo do filme ele é apresentado e temos de lembrar qual o papel dele no final da história (início do filme) (WTF??)

1. Steins; Gate (Anime)

A história de Steins;Gate acontece em Akihabara e é sobre um grupo de amigos que customizaram seu microondas em um dispositivo que pode mandar mensagens para o passado. Como eles fazem diversos experimentos, uma organização chamada SERN, que vem fazendo suas próprias pesquisas sobre viagem no tempo descobre esse grupo e agora os personagens tem de encontrar uma maneira para evitar ser capturado por eles. 

Não é a toa que coloquei a graphic novel em primeiro lugar no tema. Ela consegue abranger todas as situações relacionadas a viagem no tempo, como o efeito borboleta, a teoria caos, além de ser uma das histórias mais completas e emocionantes que eu já vi. O enredo é amarrado e inteligente, e quando você menos espera ele te pega de surpresa. Embora o início se arraste, o final é digno de cinco estrelas e não decepciona.




Nenhum comentário:

Postar um comentário