Top Social

Featured Posts Slider

Quadrinhos de Outubro + Novembro + Dezembro/2016

sábado, 31 de dezembro de 2016

Último Quadrinhos do Mês de 2016! Hell yeah! Mesmo com todos os atrasos, consegui fechar o ano sem pular nenhum mês ou quadrinho e resenhei todos os que li - exceto pelas revistas mensais, que foram poucas. Ao longo desses doze meses li muita coisa boa e uma quantidade bem legal de material inédito, especialmente quadrinhos, que em sua maioria já conhecia a versão em anime, como é o caso de Fullmetal, Ano Hana e Tokyo Ghoul, porém isso não foi algo que tornou a leitura menos empolgante. 

Resenha | O Menino Que Desenhava Monstros - Keith Donohue

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016
Jack Peter é um garoto de 10 anos com síndrome de Asperger que quase se afogou no mar três anos antes. Desde então, ele só sai de casa para ir ao médico. Jack está convencido de que há de monstros embaixo de sua cama e à espreita em cada canto. Certo dia, acaba agredindo a mãe sem querer, ao achar que ela era um dos monstros que habitavam seus sonhos. Ela, por sua vez, sente cada vez mais medo do filho e tenta buscar ajuda, mas o marido acha que é só uma fase e que isso tudo vai passar.
Não demora muito até que o pai de Jack também comece a ver coisas estranhas. Uma aparição que surge onde quer que ele olhe. Sua esposa passa a ouvir sons que vêm do oceano e parecem forçar a entrada de sua casa. Enquanto as pessoas ao redor de Jack são assombradas pelo que acham que estão vendo, os monstros que Jack desenha em seu caderno começam a se tornar reais e podem estar relacionados a grandes tragédias que ocorreram na região. Padres são chamados, histórias são contadas, janelas batem. E os monstros parecem se aproximar cada vez mais.
Na superfície, O Menino que Desenhava Monstros é uma história sobre pais fazendo o melhor para criar um filho com certo grau de autismo, mas é também uma história sobre fantasmas, monstros, mistérios e um passado ainda mais assustador. O romance de Keith Donohue é um thriller psicológico que mistura fantasia e realidade para surpreender o leitor do início ao fim ao evocar o clima das histórias de terror japonesas.

TAG | Natal Festivo Literário

sábado, 24 de dezembro de 2016

Não sei vocês, mas eu particularmente adoro essa época do ano. Basta Dezembro chegar para que me sinta mais leve, como se um peso fosse retirado das minhas costas com a proximidade de novas 365 páginas em branco. Além disso, gosto de como a comunidade literária se volta às temáticas natalinas na hora de escrever postagens ou gravar vídeos. Logo, acabei me deparando com o vídeo do Jesse The Reader respondendo algumas perguntas que achei interessante e resolvi responder também – a última TAG de 2016.

Review | Steins;Gate

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Steins; Gate é um anime que conta a história de um grupo de amigos que customizaram seu microondas em um dispositivo que pode mandar mensagens para o passado. Como eles fazem diversos experimentos, uma organização chamada SERN, que vem fazendo suas próprias pesquisas sobre viagem no tempo descobre esse grupo e agora os personagens têm de encontrar uma maneira de evitar serem capturado por eles.

TAG | Fim de Ano em Livros

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Pois é, meus amigos, Dezembro chegou e com ele muitas novidades. Eu fiquei mais velha - confesso que essa parte não foi a mais legal -, as férias chegaram, o Natal está batendo em nossas portas, 2017 finalmente está chegando!!! E como aqui no Meraki tudo acaba em livros, tem que ter aquela TAG básica. Essa aqui é bem simples. Eu a peguei do blog 365 Dias Literários e nada mais é do que perguntas de fim de ano relacionadas a livros. Que comece a TAG.

TOP 5 | Por que assistir Steven Universe?

sábado, 17 de dezembro de 2016

No último sábado estava em casa fazendo o que mais gosto (assistir séries) quando percebi que em meio a episódios não assistidos estavam alguns de Steven Universe, desenho da Cartoon Network. Resolvi assistir os três episódios que faltavam para que ficassem em dia com os lançamentos e, no meio de determinado episódio, tive um momento "Caramba! Eu tenho vinte anos e ainda assisto desenho animado!" e logo depois comecei a analisar o porquê de estar assistindo algo que é feito para crianças. E essas são minhas conclusões.

Resenha | Eu, Robô - Isaac Asimov

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016
Sensíveis, divertidos e instigantes, os contos de Eu, robô são um marco na história da ficção científica, seja pela introdução das célebres Leis da Robótica, pelos personagens inesquecíveis ou por seu olhar completamente novo a respeito das máquinas. Vivam eles na Terra ou no espaço sideral; sejam domésticos ou especializados, submissos ou rebeldes, meramente mecânicos ou humanizados, os robôs de Asimov conquistaram a cabeça e a alma de gerações de escritores, cineastas e cientistas, sendo até hoje fonte de inspiração de tudo o que lemos e assistimos sobre essas criaturas mecânicas.

Verdadeiro marco na história da ficção científica, Eu, robô reúne os primeiros textos de Isaac Asimov sobre robôs, publicados entre 1940 e 1950. São nove contos que relatam a evolução dos autômatos através do tempo, e que contêm em suas páginas, pela primeira vez, as célebres Três Leis da Robótica: os princípios que regem o comportamento dos robôs e que mudaram definitivamente a percepção que se tem sobre eles na literatura e na própria ciência.

Guia do Consumidor | Livros

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Dado ao sucesso da outra edição do Guia, a qual a linha editorial desse blog gostou, resolvi repetir a dose, dessa vez com livros. O esquema será assim: falarei de livros de forma sucinta e os avaliarei com notas. Além disso, falarei onde comprei, já comprei muita coisa em preços absurdos e com isso tenho livros maravilhosos. Acho que nesse caso tornará o guia mais completo.