Top Social

Resenha | A Melhor Coisa que Nunca Aconteceu na Minha Vida - Laura Tait e Jimmy Rice

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017
Todo mundo faz planos para o futuro. Mas será que a vida sempre leva aos caminhos desejados?
Viajar pelo mundo, ter o emprego dos sonhos, um grande amor do passado. Cada um imagina que sua vida acontecerá de uma maneira diferente. Perto de completar trinta anos, Holly e Alex, que não se veem há onze anos, voltam a se encontrar por acaso.
Como o reencontro vai afetar a vida desses velhos amigos de infância?
Na adolescência a amizade escondia uma grande paixão não revelada. E que, mesmo com o passar dos anos, continuou na memória como lembrança ou arrependimento do que poderia ter sido. O que aconteceria se o destino reservasse a possibilidade de viver uma segunda chance, tanto na vida quanto no amor?
A melhor coisa que nunca aconteceu na minha vida tem esse gostinho de primeiro amor. Com um enredo leve, romântico e engraçado, este casal de protagonistas te conquistará logo nas primeiras páginas.
A Melhor Coisa que Nunca Aconteceu na Minha Vida se trata de um romance embasado no famigerado “primeiro amor”. Particularmente sou muito fã de histórias desse gênero por passear pela dualidade amor/amizade que faz parte da vida de todo ser humano, e por mostrar o amor em sua essência mais pura. 

Alex e Holly se conhecem depois dessa ter se mudado para uma cidade pequena na Inglaterra e somos apresentados à infância dos dois, onde os laços se tornam cada vez mais fortes, conforme vão superando os obstáculos e vencendo seus próprios problemas. Naturalmente surge um romance que infelizmente não se concretiza devido a inúmeros desencontros. 
- O problema com o mundo - ele assegura enfaticamente, encontrando meus olhos no espelho retrovisor. - é que todo mundo tem tanta pressa para chegar em algum lugar que esquece de desfrutar a jornada.
 O enredo, apesar de estar longe de ser inesperado e original, conquista pela escrita e pela fluidez, além de ser narrado tanto por Holly, quanto por Alex – que é o dono dos capítulos mais divertidos e espontâneos. Creio que livros assim sejam mais rápidos de ser, e não foi diferente com este. A obra também conta com flashbacks, que além de enriquecer com mais detalhes a história de Alex e Holly, criam no leitor uma certa ansiedade para saber dos próximos acontecimentos, em detrimento do que aconteceu no passado. Isso também garante um certo dinamismo na leitura. 

Os personagens são cativantes, bem engraçados e nos ganham, não por terem uma personalidade forte, mas por trazerem uma identificação natural com o leitor, afinal a maioria das pessoas já passou pelas situações retratadas no livro. Também é legal frisar que personagens secundários também possuem um papel crucial na história e não apenas estão ali pra “encher linguiça”. 


                                      

Em minha humilde opinião, A Melhor Coisa que Nunca Aconteceu na Minha Vida merece 4 estrelas. O livro não possui uma história inovadora e eletrizante, mas todo o conjunto cativa, arranca risos, e retrata o amor de uma forma singela, uma vez que o livro não foca em cenas profundas de beijos e juras de amor. Além de tudo ele deixa uma bela lição de responsabilidade, confiança e principalmente amor. Gostei muito e recomendo!


Post Comment
Postar um comentário