Top Social

Quadrinhos de Janeiro + Fevereiro/2017

segunda-feira, 13 de março de 2017

Apesar do meu relógio estar marcando 22h34 e de estarmos no dia 13/03 decidi não mais adiar o Quadrinhos do Mês. Sim, como podem ver foram poucas as leituras que consegui completar ao longo desses dois meses, porém não por falta de opções de leitura, mas sim falta de tempo hábil. Trabalhar com hotelaria pode ser extremamente exaustivo tratando-se do período de férias de verão, logo, foi difícil manter o foco nas minhas leituras. Prometo me esforçar nos próximos meses! 


Fullmetal Alchemist - Volume 6 / 5 ESTRELAS


Com início marcado pelo mesmo ponto onde o volume anterior termina, o sexto volume de Fullmetal Alchemist narra o período em que os irmãos Elric são deixados por Izumi Curtis numa ilha (não tão) deserta afim de descobrir se os jovens são bons o bastante para receberem treinamento quanto aos conhecimentos da Alquimia. Alphonse e Edward enfrentam um monstro, passam por situações inusitadas e ficam mais forte durante os dias na ilha até enfim serem "resgatados" por Izumi para descobrirem que a pior parte ainda estava por vir. 

Algumas vezes quando assistimos a adaptação antes da obra original, por sabermos o desenrolar de alguns arcos, achamos as páginas lentas e, algumas vezes, entediantes. Felizmente o mangá de Hiromu Arakawa não permite que o leitor se sinta assim. Por exemplo, o arco de Izumi e todo o peso, além da maturidade, que acrescenta a trama é simplesmente fantástico, pois várias perguntas são respondidas e é possível novamente ter um vislumbre do passado de Ed e Al. Vale acrescentar que ao final desse volume um novo personagem entra em cena, prometendo criar mais perigo para o Alquimista de Ferro.


Tokyo Ghoul - Volume 9 / 3.5 ESTRELAS


Cada vez mais próximo de seu desfecho, Tokyo Ghoul apresenta em seu nono volume uma visão detalhada do universo a qual pertencem aqueles que fazem parte da CCG. Com foco em Koutarou Amon e sua nova parceira, Akira, também filha de Mado, a história narra um pouco dos acontecimentos após o intenso confronto com os Ghouls e as consequências geradas para cada um daqueles que tiveram participação ativa, como foi o caso do misterioso Juuzou. 

Indubitavelmente esse é o volume que mais pode decepcionar os fãs quanto ao nível de ação contido nas páginas de Sui Ishida. Muitas explicações, conversas e teorias e poucos combates. Para aqueles verdadeiramente interessados no funcionamento do CCG, é uma ótima forma de conhecer mais um pouco sobre questões hierárquicas e burocráticas. É somente nos meados da trama que vemos Kaneki (agora em sua nova forma) e sua atual forma de vida. Como sempre, uma boa leitura... Porém deixa a desejar quando comparada a edições anteriores.


Academia Gotham - Calamidade / 4.5 ESTRELAS


Apesar da longa passagem de tempo entre o lançamento de "Mistério na Sala de Aula" e "Calamidade", primeiro e segundo volume, respectivamente, Academia Gotham retorna às bancas com a mesma dose de personalidade, dessa vez acrescentando um novo mistério acerca da vida de Olive Silverlock e os demais personagens envolvidos na trama. É esse o caso do Reitor Hammer, que na primeira história, intitulada "Horror e Risadas" que mistura roteiros e arte de diversos quadrinistas, ganha maior destaque e envolvimento nas questões sobrenaturais que rondam a Academia. 

Mesmo sendo um volume que apresenta grande importância para o futuro de Olive, quem protagoniza a primeira parte, uma vez que Olive se encontra fora do campus, é Maps, com seu carisma e inocência infinitos, capazes de gerar admiração por parte de diversos leitores. Maps sem sombra de dúvidas é uma das queridinhas do público, uma vez que suas ideias são responsáveis pelo desenrolar da trama. Quanto aos vilões presentes nesse volume, é preciso lembrar que Academia Gotham segue o bom e velho estilo Scooby Doo e nada é o que parece, a não ser quando o leitor realmente presta atenção nas entrelinhas.


Post Comment
Postar um comentário