Top Social

O QUE TEREMOS ATÉ O FIM DO ANO?

domingo, 6 de agosto de 2017

Olá, jovens. Aqui quem vos fala é Wenceslau, o amigo da dona de casa. Aquele que escreve sobre temas diferentes no grande blog de sucesso alternativo em 2017: o Meraki. A produção de material está intensa e acho importante compartilhar os próximos projetos, que com sorte completarão minhas obrigações contratuais até o fim do ano. Peguem suas, cadeiras, sentem e ouçam as novidades.

O amigo da dona de casa também faz um bico de herói aos fins de semana.

Guia do Consumidor - CDs e Livros

Teremos dois guias, um dos segmentos favoritos está de volta. Me aproveitei muito de certas promoções desde o fim de 2016, alguns grandes achados, mas até onde comprar um CD por 4 reais vale a pena? É o que veremos em breve.

Especial Bienal do Livro

Sendo um um veterano dessa guerra chamada Bienal do Livro(vou em todas desde 1997), fiz um guia de sobrevivência para aqueles que não pensam em se planejar muito, retrato um tipo de pessoa muito comum nas últimas edições e ainda faço uma pequena lista de livros que quero comprar esse ano, além de recomendá-los a vocês.

Teremos um post com as impressões pós-Bienal. Eu sei que a Fernanda faz o dela e o meu será pra basicamente exibir o que comprei e reclamar de preços, mas posso tornar isso divertido.

Aniversários Importantes na mídia

Os álbuns dos quais falarei já foram definidos, um já está com o artigo pronto, outros dois estão em produção. Um álbum injustiçado de 1986(do qual falarei de sua reedição de 1997), uma obra prima de 1977 e o melhor álbum de minha banda favorita de ska punk de 2002. Já falei muito de Elton John esse ano, então nada de 25 anos do The One.

E marquem em suas agendas o dia 21 de agosto, um dos filmes que melhor integrou sua trilha sonora com a trama faz 30 anos e há uma postagem especial pronta.

Pop brasileiro anos 2000 em diante

Com o advento de Anitta ter conseguido marcas importantes para uma artista brasileira no exterior, é hora de analisar toda a cadeia evolutiva do pop até chegarmos nesse estágio. Assim, passaremos por erros e os eventuais acertos das trajetórias das principais que vieram antes: Sandy, Vanessa Camargo, Kelly Key e Perlla. Todas com altas expectativas quando jovens, até que algo ficou no caminho.

Projeto Meraki Cultural

Estou ensaiando isso por meses, desci uma parte da biblioteca para o meu quarto, assim teria livros à mão de forma mais acessível. Muitos temas a serem abordados traçando paralelos entre livros, não sabia por onde começar. O martelo foi batido. Abordaremos em um série de 4 resenhas como primeiro tema o show business. Quatro livros com quatro ângulos diferentes desse ambiente. Assim, temos como livros escolhidos:

De a-ha a U2 - Zeca Camargo

O livro dá uma visão de um pesquisador de música pop e suas vivências enquanto entrevista diversas celebridades da música, seja pela Globo, pela MTV ou até pela mídia impressa. No meio tempo, ele relata suas experiências enquanto consumidor(embora rato de loja de discos seja um termo mais apropriado).

Assessora de Encrenca - Gilda Mattoso

Gilda Mattoso foi a última esposa de Vinícius de Moraes e uma das primeiras a cuidar da assessoria de artistas brasileiros. Cuidou de grandes nomes da MPB, alguns estrangeiros e seu nome surgiu no meu radar desde que ela foi citada em O Réu e o Rei, quando era a assessora de Maria Bethania. Uma compra de sorte, feita numa feira.


As Aventuras da Blitz - Rodrigo Rodrigues

É preciso abordar o lado do artista nessa história, eu poderia falar de Eu Não Sou Cachorro, Não. Poderia analisar as entrevistas de O Som do Pasquim. Já falei da ótima biografia do Roupa Nova e falar de Frank Sinatra seria clichê aqui. Então vamos com a divertida biografia de uma banda que foi a maior do pop brasileiro enquanto existiu, revelou talentos, retornou e vive desde então em um “underground confortável”, conforme o próprio livro afirma. Eu não fazia ideia do que eu estava perdendo antes de ler esse livro, esse é o maior elogio que eu posso imaginar.

Fama e Loucura - Neil Strauss

Eu cito esse livro sempre que tenho chance, é hora de finalmente resenha-lo. Strauss pega trechos de suas entrevistas feitas com diversas celebridades. Um momento que faz diferença se contrastado com o passado ou o presente, além de tratar da questão da morte. Ascensões, quedas, planos mirabolantes para o retorno, reclusões, origens, reflexões perto do fim. Uma leitura necessária.

Temas futuros do Projeto Meraki Cultural tratarão de: Impérios de Comunicação, Jornalismo e o realismo fantástico da política nacional. Os livros estão sendo escolhidos para a execução e o anúncio será feito futuramente.

Outros temas poderão ser abordados conforme acontecimentos surgirem, mas basicamente esse é o cronograma até o fim do ano.

Post Comment
Postar um comentário